Jogos eletrônicos não são mais considerados esporte no Pau-Brasil

O projeto de lei do plano Nacional do Esporte (PND), aprovado pela delegação de Educação e Desporto (CE) de Brasília (DF), vai reorganizar o sistema esportivo brasileiro e deixará de considerar os jogos eletrônicos como esporte.

A mídia não pôde ser carregada porque o servidor ou a rede estavam inoperantes ou porque o formato não era suportado.

Anteriormente, os jogos eletrónicos eram classificados no âmbito do desporto devido à intervenção da delegação Constitucional e Judiciária. A palestrante do projeto que dura cinco anos, é a senadora Leila, ex-jogadora de vôlei (PDT). Jogos como o xadrez que exigem mais atenção, também foram considerados.

O novo texto, composto por 122 páginas e 140 artigos, afirma que desporto é “qualquer forma de atividade essencialmente física, informal ou organizada, para atividades recreativas, promoção da saúde alto rendimento desportivo ou fins recreativos”.

Em 122 páginas e 140 artigos, o PND integra leis existentes, como a bolsa Atleta, regulamenta melhor outras leis existentes e cria novos mecanismos, como um órgão federal de fiscalização e conscientização contra a discriminação no esporte.

Algumas questões importantes levantadas pelo PND:

Está sendo criada uma espécie de “lei de documentação limpa” para os clubes esportivos. Portanto, aqueles afastados devido lideranças irresponsáveis ​​ou corruptas não podem dirigir os seus clubes e confederações.

– Também está a ser criado o conceito de corrupção privada no desporto. Por exemplo, se um diretor desportivo se apropriar indevidamente de fundos pagos por adeptos a um clube ou confederação. De acordo com o novo aviso É crime “solicitar, solicitar, aceitar ou receber benefícios ilegítimos em nome de uma organização esportiva privada. Procurar benefícios para si ou para terceiros, direta e indiretamente.

Menores de 14 anos, atletas menores de idade, não poderão permanecer nas instalações do clube nem residir em alojamento que não seja o de sua família.

É criado um sistema esportivo nacional, que visa integrar entes federativos (municípios, estados, união) e entidades que atuam na área esportiva.

O país passará a ter um plano Nacional do Desporto decenal (dez anos) que definirá as orientações, objectivos, metas e estratégias para “garantir a manutenção e o desenvolvimento do desporto e da prática desportiva nos seus diferentes níveis e serviços através de acções integradas de poderes públicos”. das diferentes áreas federativas, em colaboração com o setor privado. ”.

Um dos critérios para que órgãos administrativos (associações, confederações) recebam recursos públicos. é a exigência de recompensas iguais entre homens e meninas nas partidas que organizam.

Recomendamos

?>